top of page

Fibromialgia: O Papel vital da psicologia no manejo da Dor


Mulher sentindo dor no pescoço

A fibromialgia é uma condição crônica caracterizada por dor generalizada, fadiga, distúrbios do sono, dificuldades de concentração e outros sintomas. Embora os mecanismos precisos não sejam totalmente compreendidos, há algumas informações sobre como o cérebro de pessoas com fibromialgia pode funcionar de maneira diferente:


1. Aumento da Sensibilidade à Dor:

Acredita-se que as pessoas com fibromialgia tenham um aumento da sensibilidade à dor devido a alterações na forma como o cérebro processa os sinais de dor. Isso pode estar relacionado a uma amplificação dos sinais de dor no sistema nervoso central.


2. Disfunção no Processamento da Dor:

O cérebro das pessoas com fibromialgia pode apresentar uma maior atividade em áreas relacionadas ao processamento da dor, como o córtex somatossensorial e a amígdala. Essa hiperatividade pode contribuir para a experiência aumentada de dor.

Mulher sentindo dor em várias partes do corpo

3. Alterações nos Neurotransmissores:

Desregulações nos neurotransmissores, como a serotonina e a noradrenalina, foram observadas em pessoas com fibromialgia. Esses neurotransmissores desempenham um papel na regulação da dor, humor e sono, e suas irregularidades podem influenciar os sintomas da fibromialgia.


4. Disfunção no Sistema Nervoso Autônomo:

O sistema nervoso autônomo, que regula funções automáticas do corpo, pode estar desequilibrado em pessoas com fibromialgia, contribuindo para sintomas como taquicardia, sudorese excessiva e alterações na pressão arterial.


5. Envolvimento Emocional:

Estresse crônico, ansiedade e depressão são comuns em pessoas com fibromialgia. O cérebro pode responder de maneira diferente a estímulos emocionais, o que pode intensificar a percepção da dor e outros sintomas.


6. Fatores Genéticos e Ambientais:

Pesquisas sugerem que fatores genéticos e ambientais podem influenciar a predisposição para desenvolver fibromialgia e a forma como o cérebro responde à dor e ao estresse.


É importante lembrar que a fibromialgia é uma condição complexa e multifatorial. A compreensão dos mecanismos cerebrais envolvidos ainda está em evolução, e mais pesquisas são necessárias para entender completamente como o cérebro funciona em indivíduos com fibromialgia. O tratamento muitas vezes envolve uma abordagem multidisciplinar, incluindo manejo da dor, atividade física, terapia cognitivo-comportamental e suporte emocional.


Mas como a Psicologia pode ajudar no tratamento da Fibromialgia?


A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) pode ser uma parte valiosa do tratamento para pessoas que sofrem de fibromialgia, pois ela se concentra em mudar padrões de pensamento e comportamento que podem influenciar a percepção da dor e a qualidade de vida. Abaixo listamos algumas maneiras pelas quais a TCC pode ajudar no tratamento da fibromialgia:


1. Gerenciamento da Dor e Sintomas:

A TCC ensina estratégias para lidar com a dor, tais como técnicas de relaxamento, respiração profunda, visualização, e outras habilidades que podem ajudar a reduzir a percepção da dor e o desconforto físico.

Escala de satisfação

2. Reestruturação Cognitiva:

Ajuda a identificar e modificar padrões de pensamento negativos ou distorcidos relacionados à dor e à doença. Isso pode incluir mudanças na percepção da dor e na interpretação dos sintomas, promovendo uma atitude mais positiva e adaptativa.


3. Estabelecimento de Metas Realistas:

Auxilia na definição de metas realistas para o tratamento e na quebra dessas metas em passos alcançáveis. Isso ajuda a promover uma sensação de controle sobre a própria vida e o tratamento.


4. Melhora do Sono:

A TCC pode incluir técnicas para melhorar a qualidade do sono, um aspecto crucial para pessoas com fibromialgia, pois o sono inadequado pode agravar os sintomas.


5. Administração do Estresse:

Ensina estratégias eficazes para gerenciar o estresse, que pode desencadear ou piorar os sintomas da fibromialgia. Isso pode incluir técnicas de relaxamento, meditação e habilidades de enfrentamento.


6. Promoção da Atividade Física Gradual:

Ajuda a desenvolver um plano de atividade física gradual e adaptada, levando em consideração os limites físicos e a tolerância ao exercício, visando melhorar a condição física e o bem-estar.


7. Melhoria do Funcionamento Diário:

A TCC pode ajudar a otimizar o funcionamento diário, ensinando estratégias para gerenciar tarefas diárias de forma eficaz, equilibrando atividades e descanso para minimizar a fadiga.


8. Promoção da Adesão ao Tratamento:

Ajuda a entender a importância do tratamento e a promover a adesão a planos de tratamento, medicamentos e atividades físicas recomendadas.


A TCC é realizada por um profissional de saúde mental treinado e pode ser combinada com outras abordagens terapêuticas e tratamentos médicos, dependendo das necessidades individuais. É importante trabalhar com uma equipe de profissionais de saúde, incluindo médicos, fisioterapeutas e psicólogos, para criar um plano abrangente e eficaz para o gerenciamento da fibromialgia.


Para mais informações, clique aqui ou no ícone abaixo, e agende uma consulta para podermos conversar sobre seu caso!

símbolo do Whatsapp


Komentáře


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page