Please reload

Posts Recentes

One day at a time: uma série leve sem ser leviana

June 9, 2018

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

A importância do pensamento positivo

October 10, 2018

O pensamento positivo anda lado a lado com o otimismo, que consiste na disposição para encarar as coisas pelo seu lado positivo e esperar sempre por um desfecho favorável, mesmo em situações muito difíceis. É o oposto de pessimismo. A oposição entre otimismo e pessimismo é seguidamente evocada pelo "dilema do copo": se ele é preenchido com água até a metade de sua capacidade, espera-se que um otimista diga que ele está "meio cheio" e que um pessimista reconheça um copo "meio vazio". Mas a importância do pensamento positivo vai muito além de uma simples perspectiva de meio cheio.

 

 

No texto anterior falamos um pouco sobre como a percepção e perspectiva são importantes para a psicologia. Mas o que tem a ver uma coisa com a outra? Na psicologia o pensamento positivo não é apenas uma questão de esperar o melhor, está ligado ao bem estar e regulação de humor. Sabendo que a percepção é sempre uma interpretação dos fatos e que ela muda de acordo com nosso estado de humor, podemos afirmar que o pensativo nos ajuda a ter uma percepção positiva do mundo.

 

Relembrando um exemplo usado no texto onde duas pessoas vão jogar basquete pela primeira vez, digamos que nossos jogadores agora são as amigas Ana, super otimista, e a Maria, nada otimista. Em uma disputa de lances livres, ambas erraram o primeiro lançamento, assim como era esperado, mas continuam tentando.

 

Após 10 lançamentos, a Maria acertou 3 vezes e errou o restante, já a Ana errou todos. A Maria comenta como é difícil acertar, já que teve mais erros que acertos e fala que não quer continuar. Já a Ana, mesmo tendo errado todos os lançamentos, acha que pode melhorar e não desiste, continuando a arremessar a bola na cesta. Após a 10ª tentativa ela acerta, o que é bastante comemorado. Ao término do treino as duas se encontram, a Ana comenta que se divertiu muito ao contrário da Maria, que diz que não gostou muito, mesmo tendo acertado a bola na cesta antes e mais vezes que a amiga, não conseguindo se divertir. Uma decide continuar a treinar e a outra não. Semanas se passam e a Maria decide ir ao treino de basquete visitar a amiga, e ao chegar lá se surpreende com a Ana, que acaba acertando 6 em 10 lances, uma melhora considerável. Ela pergunta como a amiga melhorou tanto, a resposta foi simples, treino.

 

No exemplo anterior vimos que duas pessoas diferentes podem ter perspectivas diferentes sobre um mesmo evento, no caso os erros de lançamento. A Maria mesmo apresentando um desempenho melhor de início, fez uma avaliação mais negativa da situação que a Ana. Já a Ana não desanimou, continuou treinando e se aprimorando. Poderia até ser que, a Maria tivesse mais talento e aptidão para o basquete que a Ana, mas sem uma avaliação positiva de nada adiantou. Já do lado da Ana, por não ter desanimado, e percebido que suas falhas eram esperadas para um iniciante, continuou praticando e conseguindo melhorar. Esse exemplo não se aplica apenas ao basquete. Quantas vezes as pessoas desistem por ter se frustrado no início de um projeto, sem dar uma segunda chance, seja ao se prestar um concurso público concorrido, ou ao término de um relacionamento por uma discussão boba.

 

O foco desse texto não está no copo meio cheio ou meio vazio, está na importância do pensamento positivo para as nossas vidas, como a perspectiva influencia em como percebemos e reagimos às situações, e sendo ainda mais importante quando enfrentamos adversidades, pois em tempos difíceis nos é exigido esperança e não desespero. Qual a importância de um copo estar meio vazio se a quantidade de água é suficiente para matar a sua sede?

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 por Priscila Vasconcelos.