Please reload

Posts Recentes

One day at a time: uma série leve sem ser leviana

June 9, 2018

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

A percepção e como enxergamos o mundo

September 27, 2018

 

 

 

Percepção, substantivo feminino com origem no latim perceptio, é a palavra e que descreve o ato, efeito ou capacidade de perceber alguma coisa. Segundo a psicologia, a percepção consiste em uma organização e interpretação dos estímulos que foram recebidos pelos sentidos e que possibilita identificar certos objetos e acontecimentos. Basicamente como percebemos o mundo é sempre uma interpretação.

 

Sendo assim não vivemos uma realidade objetiva e igual à de todas as pessoas, mas sim uma constante interpretação. Pessoas diferentes percebem o mesmo evento de forma diferente, um estudante de música ouviria uma melodia de forma diferente de um leigo, da mesma forma uma pessoa com medo de barata veria um inseto voando em sua direção de forma diferente de quem não tem esse medo.

Outro aspecto que influencia a percepção dos fatos são as emoções, pois nosso estado emocional interfere diretamente sobre nossa percepção do mundo, a exemplo de quando estamos com raiva, em que até algo corriqueiro pode nos tirar do sério. Mas o mesmo se aplica as outras emoções, como a vergonha que nos faz ficar hipervigilantes à reação dos outros, ou alguém apaixonado que ao ouvir a voz da pessoa amada parece que escutou a mais bela das canções.

 

A percepção também é trabalhada na terapia, e em muitos casos é feito o trabalho de psicoeducação, pois um paciente depressivo ou ansioso tem que ter a consciência que está vendo o mundo de forma distorcida, os pensamentos, atitudes e até as tomadas de decisão são diretamente influenciadas pelo o estado em que a pessoa se encontra.

 

Veja o seguinte exemplo, duas pessoas que nunca jogaram basquete decidem começar a treinar, Pedro e Thiago. Ao fazerem o primeiro arremesso ambos erram, o Pedro pensa “droga sabia que não ia conseguir”; já o Thiago pensa “errei dessa vez, mas na próxima acho que consigo”. Nesse exemplo a situação era completamente igual para as duas pessoas, o que mudou foi como cada um percebeu a situação, isso claro é resultado de experiências anteriores, e como cada um processou tais experiências.

 

Tendo isso em mente podemos ajudar o paciente a notar se sua percepção está distorcida e encontrar formas de ajustar essa percepção, podendo ser através de motivação, ajudando a perceber não apenas os fracassos, mas também os sucessos, ou através de questionamentos socráticos, ajudando a pessoa a notar seus resultados de maneira realista.

 

Esse é mais um texto da série “O Nosso mundo como não é”, que nos ajuda a compreender como as coisas não são necessariamente como achamos que são, como nossa percepção sobre o mundo está diretamente ligada àquilo que somos, nossa história de vida e o que sentimos, e como a terapia pode nos ajudar a lidar com nossas dificuldades no cotidiano.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga